sábado, 30 de julho de 2011

Luanda - Viana - Talatona - Luanda




Ontem tinha imensa coisa para fazer. Entrevistas, reportagens, levantamento de credenciais...e tudo isto no eixo Luanda - Viana - Talatona. Não é muito. Não consigo quantificar, mas deverá ser o equivalente a fazer Lisboa - Queluz - Cacém.

Acontece que um trajecto desta natureza em Luanda faz-se em...várias horas, literalmente. Não se anda. Quando o carro avança, é sempre pouco. Não sei bem quantas faixas de rodagem existem, já que isso, aqui, é completamente irrelevante.

Durante este trajecto vê-se imensa coisa. Boa e má, como é óbvio.

Deixo-vos, então, com a Kawasaki, versão Angola: Kawaseki! Uma das coisas boas que vi...

Sem comentários:

Enviar um comentário